Passando pela peneira - 4/5/2006

Treinamente de guerra para líderes

31 Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! 32 Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos. 33 Ele, porém, respondeu: Senhor, estou pronto a ir contigo, tanto para a prisão como para a morte. 34 Mas Jesus lhe disse: Afirmo-te, Pedro, que, hoje, três vezes negarás que me conheces, antes que o galo cante. (Lucas 22:31-34 RA)

Jesus e Pedro estão conversando - uma última conversa. Misteriosamente Jesus diz a Pedro que Satanás havia solicitado poder peneirá-lo como aos demais (é bom esclarecer que Satanás não tem direito algum pois Deus é o poder supremo - o que os filhos de Deus passam em suas provações são apenas o que o Pai permite). Continuando, Jesus disse que não iria impedir que isso – a “peneirada” acontecesse. Falou que rogaria por Pedro para que não perdesse a fé. Disse mais: que essa experiência seria de conversão para Pedro e os demais.

Pedro se dispõe a enfrentar tudo e todos pelo Mestre – até morrer! “Nem morte, nem prisão iriam afasta-lo de Jesus”.

•  Afirmo-te, Pedro, que, hoje, três vezes negarás que me conheces, antes que o galo cante . Jesus encerra a conversa com esta afirmação.

Imagino que Pedro ficou ali pensando: "Jesus precisa me conhecer melhor, como pode pensar isso logo de mim?" . Pedro , autoconfiante, mal sabia que a esta altura já estava sobre a peneira.

E a peneira começou a funcionar.

Logo depois Jesus é traído e preso. Provavelmente Pedro não contava com isto. Cristo passava da ação à paixão, ou seja , não mais tomava a iniciativa mas deixava que seus inimigos a tomassem. Sem esperanças, Pedro agora segue Jesus, de longe. Acompanha os fatos sem se expor. Enquanto Jesus é interrogado na casa do sumo sacerdote, Pedro caminha disfarçadamente na multidão.Enquanto espera, passa por ali uma empregada que o reconhece como um dos discípulos de Jesus - Pedro nega. Uns minutos depois, outra pessoa o vê e comenta: "este também andava com ele" – Pedro nega. Depois, outra pessoa o reconhece : "Também este estava com ele, porque também é galileu". Pedro nega pela terceira vez e enquanto tenta se explicar...o galo canta!

Nesta hora, Jesus olha para Pedro que olha para Jesus. O olhar de Jesus revelou a Pedro quem ele, Pedro, verdadeiramente era.Agora Pedro sabia por experiência própria o que era a tal peneira, o que ela mostrava!

A peneira, vista pelo outro lado.

Essa história continua, só que agora no Evangelho de João (cap.21).Os discípulos haviam ido pescar e nada conseguiram. Ao retornar à praia alguém os interroga e sugere que lancem a rede do lado direito do barco. Assim fazem e a recolhem cheia. O milagre fez com que reconhecessem que era Jesus. Pedro, que estava nu, coloca suas roupas, e nada ao encontro com Jesus.

Depois de comerem, Jesus chama Pedro para uma conversa:

15 ¶ Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes outros? Ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Ele lhe disse: Apascenta os meus cordeiros. 16 Tornou a perguntar-lhe pela segunda vez: Simão, filho de João, tu me amas? Ele lhe respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Pastoreia as minhas ovelhas. 17 Pela terceira vez Jesus lhe perguntou: Simão, filho de João, tu me amas? Pedro entristeceu-se por ele lhe ter dito, pela terceira vez: Tu me amas? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. Jesus lhe disse: Apascenta as minhas ovelhas. 18 Em verdade, em verdade te digo que, quando eras mais moço, tu te cingias a ti mesmo e andavas por onde querias; quando, porém, fores velho, estenderás as mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres. (João 21:15-18 RA)

Deve ter sido difícil para Pedro receber por três vezes essa pergunta de Jesus :” Tu me amas?”

Como responder ? O que dizer agora depois de afirmar lealdade ao amigo e negá-lo por três vezes? Agora Pedro não podia enganar nem a si mesmo. Mas , após a “peneirada” o cascalho ficou para trás. Pedro, que agora se conhecia melhor, declara seu amor ao Mestre: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. E o curioso é que esse homem fraco, que ama, é exatamente o designado para fazer o pastoreio . Para declará-lo pastor de suas ovelhas, Jesus não pergunta qual era teologia de Pedro, mas como era seu coração.

(Santo Agostinho diria mais tarde que, se queremos conhecer alguém, não devemos perguntar o que ele faz, mas o que mais ama).

Agora Pedro conhecia o outro lado da peneira.

A peneira vem nos ensinar que Jesus está mais interessado em nossa “areia fina” (dependência dEle) do que em nosso “cascalho” (brilho próprio, autoconfiança). Isso vai na contramão de nossa cultura que prestigia o forte e o autoconfiante (até para liderança de ministérios na igreja). Por isso precisamos passar pela peneira para que possamos conhecer melhor o nosso lado frágil e dependente. Aquele que passou pela peneira é que terá experiência para ajudar seus irmãos:

...tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos Lc22:32

Apascenta as minhas ovelhas Jo 21:17

A maturidade, conforme Cristo ensina, se caracteriza naquele movimento em que estenderás as mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres. É preciso total confiança no Pai para se deixar levar ou abrir mão do controle da própria vida.Só quem passar pela peneira vai fazer isso!

Nos encontraremos do outro lado!


Boa meditação!

Jorge Wilson



IBMorumbi