Home
Início HOME | ONDE ESTAMOS | MAPA DO SITE | AGENDA | FALE CONOSCO  
 

 
 
 
A quem estamos seguindo?
Série Contrastes
Série Descobertas
Pregações IBMorumbi
 
IBMorumbi - Esboços de Mensagens

Enviar por email... Imprimir ...
Discípulos de domingo a domigo: refletem Jesus em seus relacionamentos

Efésios 5.18-6.9


INTRODUÇÃO

Duas ordens para serem cumpridas...

• Embriaguem-se com vinho... (faria sentido obedecer)

• Embriaguem-se com o Espírito Santo (faria sentido desobedecer)

O contexto cultural na cidade de Éfeso – embriaguez como uma expressão de culto

No embriagar-se com o Espírito Santo está a fonte dos relacionamentos dos discípulos que refletem Jesus.

A evidência de um relacionamento real com Deus – ser cheio do Espírito como uma expressão de culto.

MAS COMO SÃO ESTES RELACIONAMENTOS?

SOMENTE O ESPÍRITO SANTO PODE PRODUZIR RELACIONAMENTOS QUE REFLETEM A PESSOA DE JESUS

I – O RELACIONAMENTO COM DEUS RESULTA DO ENCHIMENTO DO ESPÍRITO – Efésios 5.1-18

• O relacionamento significativo com Deus resulta apenas da ação do Espírito em nosso interior. (5.18 – o verbo no imperativo passivo)

• Quando o Espírito nos enche não precisamos do "vinho" que trás libertinagem (5.18 – mesmo quando não somos beneficiados com o bem que fazemos)

• O relacionamento com Deus é marcado pela alegria na adoração pessoal e comunitária (5.19)

• O relacionamento com Deus é marcado pela gratidão (5.20)

II – OS RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS SADIOS SÃO FRUTO DO ENCHIMENTO DO ESPÍRITO (Efésios 5.21-9)

• Cada um trata o outro com humildade em vez de orgulho e controle (relacionamentos em geral) (5.21)

• O marido ama a esposa em vez de desprezá-la (casamento) (5.22-31)

• A esposa respeita o marido em vez de fazê-lo sentir-se pequeno (casamento) (5.22-31)

• Os pais priorizam educar os filhos em vez de provocar a ira deles (família) (6.1-4)

• Os filhos honram os pais em vez de se rebelarem (família) (6.1-4)

• Os patrões cuidam dos colaboradores como um serviço ao Senhor (profissão) (6.5-9)

• Os colaboradores honram a Deus sendo colaboradores fiéis e não maldizentes. (profissão) (6.5-9)

• O tratamento permeado pelo Espírito não obriga receber em troca o que se dá, pois o Espírito Santo esta sempre nos enchendo.

APLICAÇÃO FINAL

1. Meus amigos, minha namorada, podem dizer que vivo uma vida cheia do Espírito?

2. Meu cônjuge se sente normalmente amado por mim e respeitado por mim?

3. Meus filhos diriam que sou um pai ou uma mãe cheio(a) do Espírito?

4. Sirvo ao meu patrão com diligência na presença e na ausência dele, sem falar mal dele ou viver murmurando?

5. Meus colaboradores vem em mim uma pessoa que busca o bem dele, sem ser paternalista, mas honrando-os?

PARA VIVER CHEIO DO ESPÍRITO... (nos relacionamentos)

• Uma confissão contínua

• Uma liberação contínua de controle ou tentativas de mudar outro, mas deixar Deus cuidar do outro.

• Renunciar aos "vinhos" com os quais costumo embriagar-me

• Pedir que o Espírito nos encha, continuamente.

 
Pr. Lisânias Moura
 
 
Minha oração à luz da mensagem de hoje...
 
 
 
 
 
 



Artigos Relacionados
Não há nenhum artigo relacionado.


Para deixar seu comentário, utilize o formulário abaixo.

Deixe seu Comentário
Nome:
Email:
Tamanho:
Digite aqui o código exibido na imagem
(Cookies devem estar ativos)


 
 
Pessoas No momento existem 103 visitantes no site.

Resolução mínima de 1024x768 © Copyright 2002- 2014 - Igreja Batista do Morumbi

Igreja Batista do Morumbi
Rua Carvalho de Freitas, 1.076 ( ver mapa )
05728-030 - Morumbi - São Paulo - SP - Brasil
Tel: (11) 3538-0250